H360 e CNJ costuram parceria com governo do Maranhão para criar quarta cooperativa de detentos do país

Equipe da COOSEMA e os egressos atendidos pelo programa recebem o H360 e os técnicos do CNJ e do PNUD

Em reunião com o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Joaquim Figueiredo, e os secretários estaduais maranhenses de Administração Penitenciária, Murilo Andrade, e de Segurança Pública, Jefferson Portela, representantes do Instituto Humanitas360 e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) fecharam acordo para a criação da quarta cooperativa de detentos e egressos do Brasil. Depois do encontro na sede do TJ maranhense, no último dia 21 de maio, uma intensa agenda com três dias de visitas a unidades prisionais, secretarias de Estado e organizações sociais na capital São Luís, serviu para costurar parcerias locais e detalhar a implantação do projeto.

 

Oficina de costura já em atividade na Penitenciária Feminina de Pedrinhas, em São Luís do Maranhão

A próxima cooperativa do H360 faz parte do programa “Justiça Presente”, parceria com o CNJ e o Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD), com medidas para enfrentar a crise do sistemas penitenciário e de justiça criminal no Brasil. O CNJ foi no encontro representado por seu secretário-geral, desembargador Carlos Vieira Von Adamek, e o juiz coordenador do Departamento de Fiscalização do Sistema Carcerário, Luís Geraldo Lanfredi. O H360 foi representado por seu vice-presidente de operações, Ricardo Anderáos.

Murilo Andrade (SAP-MA), ao centro, recebe junto com seus assessores as equipes do H360, CNJ e PNUD

Na ocasião foram visitadas unidades masculinas no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, que ganhou notoriedade após as sangrentas rebeliões em 2013, deixando mais de 60 mortos. A Penitenciária Feminina de Pedrinhas, mais nova do complexo, foi selecionada para abrigar o projeto do H360.
Na busca por parcerias com organizações sociais locais para disseminar o modelo de “Empreendedorismo Atrás e Além das Grades”, o H360 visitou a sede da Cooperativa Social do Estado do Maranhão (COOSEMA), formada por profissionais e ativistas da questão carcerária, e voltada à formação profissional e geração de renda para ex-detentos. O modelo desenvolvido por seu fundador, André Barreto, é totalmente complementar ao desenvolvido pelo H360, o que abre a possibilidade de um amplo leque de parcerias. A COOSEMA já recebe apoio do Instituto Ação pela Paz, organização-irmã do Instituto Humanitas360.

Espaço na Penitenciária Feminina de Pedrinhas destinado pelas autoridades à instalação da cooperativa
Ainda não há comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>