H360 faz parceria com The Economist para desenvolver índice sobre o empoderamento cívico nas Américas

H360 faz parceria com The Economist para desenvolver índice sobre o empoderamento cívico nas Américas

Ainda que latino-americanos sejam conhecidos pelo seu histórico de inquietação política, a região tem vivido as consequências da corrupção e apatia cidadã. Contudo, nos últimos anos, uma onda de protestos contra o status quo político e social tem atravessado países como o Brasil, Guatemala, México e Argentina. Este contexto reavivou a questão sobre o engajamento cidadão na região e quanto impacto a população pode gerar de fato. Mas, o que é o envolvimento cidadão? Como podemos medir isso?

Inspirado por estas questões, o Instituto Humanitas360 firmou parceria com a The Economist Intelligence Unit (EIU) para investigar a participação cidadã nos processos políticos e na sociedade civil em seis países do continente americano. O objetivo é desenvolver o Índice de Empoderamento Cívico nas Américas. O projeto busca enriquecer o conhecimento sobre o tema conscientizar o público sobre a importância do engajamento cidadão.

Como o H360 é uma organização baseada nos Estados Unidos com foco na América Latina, o instituto decidiu incluir nesta primeira versão do índice os EUA como referência, já que a participação cidadã em espaços públicos naquele país está em nível mais maduro . Os países latino-americanos que fazem parte deste estudo são o Brasil, Chile, Colômbia, Guatemala e México.

Esses cinco países foram selecionados por serem uma base representativa da região. Foram levados em consideração fatores como localização, tamanho da população, demografia, desenvolvimento econômico e político, disponibilidade de dados e estágio de desenvolvimento econômico e político. A Venezuela também será incluída na pesquisa como parte de uma análise comparativa, mas não será incluída no índice por dificuldades atuais, especialmente em relação à disponibilidade de dados.

Vale ressaltar que, ao mesmo tempo em que há pesquisas e métricas no campo de engajamento cívico e no de participação cidadã, não há métricas que contemplem esse ambiente de maneira integral – levando em consideração desde o tipo de contexto que possibilite o engajamento até os resultados, ou o que chamamos de Empoderamento Cívico. Este índice busca ser um instrumento de referência sobre a conjuntura do engajamento cidadão nas Américas.

Baseada na estrutura inicialmente desenhada pela EIU e a equipe do H360, o índice está sendo desenvolvido através de pesquisas qualitativas e quantitativas de fatores de engajamento cidadã e participação cívica, como o acesso a informação e educação, liberdade de expressão e segurança.

Este projeto começou em setembro de 2017 com os estágios de pesquisa e análise de trabalhos de pesquisadores na área. Em novembro, um painel de especialistas de diferentes países conduziram uma análise profunda da estrutura de pesquisa do índice. O painel contou com a participação de Miguel Paz (Poderopedia/Narcodata), Brian Winter (Americas Society/Council of the Americas and Americas Quarterly), Tiago Peixoto (Banco Mundial), Angela Dannemann (Itaú Social), Nathalie Alvarado (Banco Interamericano de Desenvolvimento), Lelia Mooney (United States Institute of Peace) e David Smolansky (político venezuelano).

O índice será oficialmente lançado em março de 2018 em um evento em São Paulo, Brasil. Após isso, o H360 e EIU organizarão eventos em outros países para continuar o diálogo sobre engajamento cívico e participação. Conforme o H360 busca fomentar um continente mais igualitário através de iniciativas participativas, o Índice de Empoderamento Cívico nas Américas será um projeto âncora na trajetória da organização.

Ainda não há comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>